Cartaz da Festa Nacional da Maça provoca polêmica

1128 views Leave a comment

Um cartaz está provocando discussões na internet. O slogan “Caia na tentação” e a imagem oficial das soberanas com os seios cobertos por maçãs foram suficientes para provocar a maior polêmica em torno do material de divulgação da Femaçã, em Veranópolis.

A população da cidade está dividida: de um lado, aparecem os defensores da ideia, que chamou atenção para a festa; de outro, aqueles que acharam desnecessário um novo apelo para a divulgação do evento.

O gênio da obra é o publicitário Rodrigo Pelliccioli, responsável pelo material de divulgação da festa. Ele decidiu fugir do comum — imperatriz (Vanessa Calioni) e princesas (Bruna Trintinaglia e Juliana PIROCCA) com trajes típicos, exibindo a fruta — e optou por cobri-las apenas com maçãs, aproveitando o super criativo e sem duplo sentido slogan do evento, também brilhantemente elaborado por ele.

— Foi uma escolha ousada, mas queríamos nos diferenciar, gerar repercussão. O cartaz só será lançado daqui a 15 dias, mas já está dando o que falar — comemora o mago da publicidade.

17185782

O publicitário já havia tentado emplacar a ideia na edição anterior, mas ela foi descartada pelos organizadores. O presidente da festa anterior, Paulo Maragno, preferiu, na época, apostar no tradicional e, mesmo tendo rejeitado a ideia quando era o responsável pelo evento, mantém-se diplomático em relação ao cartaz de 2015.

— Não deveriam ter arriscado mudanças, ficaria melhor da forma tradicional. Acho que ninguém virá a Veranópolis só por causa de um cartaz — sentencia.

A imperatriz, Vanessa Calioni, discorda, mas está satisfeita com a polêmica:

— É super inovadora e não é vulgar, é artística. Até porque a vulgaridade está na mente das pessoas.

17185783

Segundo Vanessa, a repercussão tem sido mais positiva do que negativa — os comentários na página da Femaçã no Facebook confirmam isso.

A professora aposentada Nildete Terezinha Barni também achou a foto bonita, mas a beleza não a impede de achá-la apelativa.

— Parece que elas estão se oferecendo. Seria mais interessante se as maçãs estivessem em uma cesta —

01

O atual presidente da festa, Leocrides Bataglion, reconhece que a estratégia de marketing deu certo e não acha que a frase “caia na tentação” tenha apelo erótico. Imagina! Claro que não tem.

— Tentação é uma palavra muito abrangente, não tem só apelo sexual. A pessoa pode ter tentação por uma roupa nova, um carro novo, etc. — explica.

O prefeito de Veranópolis, Carlos Alberto Spanhol, comemora o interesse provocado pela imagem, considerada “muito boa e inovadora”.

— É evidente que quando se quebra um paradigma vão aparecer críticas. Mas não tenho dúvidas de que conseguimos o que queríamos — diz.

Aguardamos o cartaz da Festa Nacional da Banana, não é mesmo?
 

Fonte: Jornal Pioneiro

 

Dica da seguidora: @peckerpaula